Quais redes sociais para hotéis os viajantes mais gostam

Redes sociais para hotéis: quais plataformas os viajantes mais gostam

Hoteleiro, talvez você ache que estar conectado ao maior número de redes sociais possíveis é a melhor estratégia de marketing digital, certo? Afinal de contas, você precisa atingir o número máximo de potenciais hóspedes. Bem, não exatamente. O que você precisa é estar disponível nas redes sociais para hotéis que os viajantes mais usam.

Para que as redes sociais do seu hotel realmente gerem resultado, é preciso de planejamento. Escolher quais redes sociais estar disponível é uma delas, porque o orçamento de marketing é limitado e, para maximizar as vendas, você precisa otimizar os principais canais antes de querer estar em todos ao mesmo tempo.

Por exemplo, não adianta seu hotel ter uma conta no LinkedIn, se a intenção for aumentar as reservas. O LinkedIn é uma plataforma de negócios, recomendada para B2B – business to business. Ou seja, é uma ótima rede social para contratações e networking.

Principais redes sociais por usuários ativos em Janeiro de 2019

As redes sociais mais recomendadas para o setor hoteleiro e de turismo é, sem sombra de dúvidas, o YouTube, Facebook, Instagram e WhatsApp. Muitas redes hoteleiras, cujo orçamento de marketing é maior, investem ainda em outras redes sociais, como o Pinterest.

Quais as redes sociais para hotéis que os viajantes usam?

As redes sociais são entidades onipresentes na internet (Amém!), por isso são o melhor caminho para divulgar seu site e compartilhar conteúdo relevante para o seu hotel.

Além disso, as redes sociais são uma gigantesca comunidade online. Isso significa que seus hóspedes e potenciais hóspedes podem interagir entre si pelas redes sociais, compartilhando avaliações e experiências.

Abaixo, confira as principais estatísticas das redes sociais para hotéis mais usadas:

Youtube

Redes sociais para hotéis - YouTube

É previsto que neste ano, até 80% do tráfego na internet seja representado por videoclipes. Por isso que uma das tendências do marketing digital para o setor hoteleiro em 2019 é o investimento em vídeos. É aí que entra o YouTube.

A grande sacada dessa plataforma é empatia. Os internautas querem assistir histórias inspiradoras, de algo ou alguém que os motive. Por isso, os vídeos de redes hoteleiras que mais viralizam no YouTube contam uma história.

Setembro do ano passado, a rede francesa AccorHotels lançou a campanha “From the Heart”. É o vídeo mais assistido do canal com quase 2 milhões de visualizações. O vídeo acompanha várias personagens que fazem algo “do coração” para outra pessoa, como preparar uma surpresa na suíte do hotel, se molhar na chuva para proteger o pet ou preparar um mimo de incentivo para aquele cliente que parece preocupado.

Esse é só um exemplo do potencial do YouTube. Abaixo, confira os principais números da maior plataforma de vídeos da internet:

  • Mais de 1,9 bilhão de usuários acessam mensalmente a plataforma
  • Diariamente, as pessoas assistem mais de um bilhão de horas de vídeo
  • Mais de 70% do tempo de exibição do YouTube vem de dispositivos móveis
  • Você pode navegar no YouTube em até 80 idiomas diferentes (o que abrange 95% dos usuários da Internet)
  • Só em dispositivos móveis, o YouTube atinge mais pessoas – entre 18 a 34 anos – do que qualquer canal de TV
  • Facebook

    Redes sociais para hotéis - Facebook

    A rede social do Zuckerberg já faz parte do nosso DNA. Mesmo quando não estamos conectados ao Facebook, ainda estamos acessando plataformas que pertencem à gigante da internet, como o WhatsApp e o Instagram. Tanto que a ferramenta para criar anúncios no Facebook é a mesma para o Instagram.

    Para garantir o máximo de retorno sobre o investimento (ROI) das campanhas de marketing no Facebook, você precisa estar atualizado das principais estatísticas da rede social. É claro que, às vezes, os números gerais fornecidos pela plataforma não correspondem à realidade do seu hotel.

    Mesmo assim, principalmente para hotéis e pousadas que estão começando a investir na plataforma, esses dados são importantes para começar a esboçar uma estratégia de marketing direcionada.

    Só depois de um tempo que a página do hotel foi criada que você terá números próprios suficientes para entender as particularidades do seu público. Abaixo, confira as principais estatísticas de uso do Facebook:

  • O Facebook tem mais de 2 bilhões de usuários ativos mensalmente
  • Diariamente, mais de 1 bilhão de usuários acessam a rede social pelo celular
  • Cerca de 30% dos usuários tem entre 25 a 34 anos, sendo a maioria mulheres
  • O pico de tráfego na plataforma ocorre no meio da semana, entre a 1h e 3h da tarde
  • Em quintas e sexta-feiras, o engajamento dos usuários é 18% maior
  • Tempo médio gasto na plataforma por dia é de 20 minutos
  • Instagram

    No geral, o setor hoteleiro está bem inserido no Instagram. Dificilmente um hotel ou pousada não tem um perfil comercial na rede social. No entanto, a estratégia de marketing digital no Instagram ainda tem muito o que melhorar, tanto em detalhes menores, como a descrição da biografia, quanto no atendimento ao viajante pela plataforma.

    O que os hoteleiros estão se esquecendo é do Instagram Stories. Poucos perfis de hotéis e pousadas estão usando ativamente o stories para compartilhar conteúdos além de fotos. Vídeos verticais são uma tendência e o setor hoteleiro pode explorar esse formato com transmissões ao vivo ou boomerangs dos hóspedes na piscina.

    É fundamental não deixar o Stories de lado, já que a bolinha no topo do feed é o primeiro elemento que clicamos quando entramos no Instagram.

    Tendência do crescimento no uso do Stories pelos usuários do Instagram

    Abaixo, você confere os principais números relacionados aos usuários do Instagram:

  • 1 bilhão de usuários estão ativos mensalmente e 500 milhões usam o Stories diariamente
  • 68% dos usuários do Instagram são mulheres
  • Em 2018, a receita gerada por anúncios na plataforma chegou a 7 bilhões de dólares
  • 78% dos influenciadores preferem o Instagram para colaborações com marcas
  • Conteúdos compartilhados dos seus seguidores tem uma taxa de conversão 4,5% mais alta
  • O Brasil é o país com maior base de usuários ativos da América Latina e o segundo mundialmente
  • Fotos com localização geram 79% mais engajamento e fotos de pessoas recebem 38% mais curtidas
  • WhatsApp

    Como assim, o WhatsApp também é uma rede social?! Pois é, a plataforma deixou de ser apenas um aplicativo de mensagens instantâneas para se tornar uma rede social emergente, tão importante quanto o Instagram e o Messenger.

    WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais popular no Brasil

    O argumento de Ben Ehimen, especialista em comunicação, é que o WhatsApp tem elementos iguais aos de outras redes sociais, como um perfil, stories e status. Além da troca livre de mensagens, fotos, áudios e vídeos.

    Isso significa que o whats, assim como as outras redes sociais para hotéis, também pode ser usado para se comunicar com o viajante, trocar ofertas e fechar reservas.

    Porém, para cada rede social é necessário uma gestão diferente. No WhatsApp, você precisa tomar alguns cuidados essenciais no atendimento ao hóspede para não causar algum mal entendidos.

    Enfim, o aplicativo de mensagens também é uma rede social indispensável para o seu hotel, pousada ou resort. Abaixo você confere os números mais importantes do app:

  • Mundialmente, o WhatsApp tem mais de 200 milhões de usuários a mais que o Facebook Messenger
  • No Brasil, são 120 milhões de usuários conectados a plataforma todos os dias
  • No WhatsApp Business, já são 3 milhões de perfis criados
  • Os Status do WhatsApp é mais usado que os stories do Snapchat, com 450 milhões de usuários
  • O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais usado no Brasil e em outros países
  • O horário com maior número de usuários ativos corresponde do final da tarde até meia noite
  • Conclusão

    As redes sociais para hotéis fazem mais do que apenas te conectar instantaneamente com o viajante. Por elas, pesquisamos de tudo, desde os melhores destinos turísticos até os restaurantes mais bem avaliados da cidade.

    Por isso, essas plataformas também são canais de distribuição e muitos hotéis no Brasil estão investindo nas redes sociais para maximizar os lucros na alta temporada. Se a Booking.com vende pelo Facebook, porque o seu hotel também não deveria?

    WhatsApp automático para Hotéis